Concurso da Patanisca de Lisboa

Concursos

A ideia foi da Organização do Peixe em Lisboa, que em conversa Virgílio Gomes, pensaram num elemento simples e tradicional de Lisboa. Durante 2016, Virgílio Gomes escreveu dois textos sobre pataniscas, onde tentou definir o que é a patanisca de Lisboa. Acordaram para a 1ª edição convidar restaurantes que têm pataniscas lisboetas e que surgem em visitas anónimas para confirmação. É intenção na próxima edição abrir inscrições e ser mais aberto.

Alguns dos participantes em Concurso:

  • Casa do Bacalhau
  • Laurentina
  • Nobre
  • Poleiro
  • Taberna da Rua das Flores
  • Varanda do Hotel Mundial

Regulamento do Concurso da Patanisca de Lisboa

1º – O Concurso da Patanisca de Lisboa é organizado pela Associação de Turismo de Lisboa e integrado no evento Peixe em Lisboa 2017, de forma a evidenciar as características específicas com as quais a patanisca se apresenta na região de Lisboa. O concurso deverá ser continuado em todas as edições futuras do Peixe em Lisboa.
2º – Atendendo a que é a primeira edição, optou-se por fazer um concurso cujas inscrições são efetuadas por convite a estabelecimentos que confecionam pataniscas à moda lisboeta.
3º – Os participantes convidados para o concurso deverão inscrever-se até ao dia 06 de Março de 2017, confirmando obrigatoriamente, por escrito, a disponibilidade de participação, em resposta ao convite que lhes será dirigido.
4º – Poderão concorrer estabelecimentos de alimentação e bebidas, de confeção própria, da área abrangida pela ATL.
5º – O concurso decorrerá no dia 03 de ABR de 2017 no Peixe em Lisboa 2017, a decorrer no Pavilhão Carlos Lopes no Parque Eduardo VII.
6º – Cada concorrente deverá apresentar 10, dez, pataniscas em embalagens não identificadas até às 14h00 do dia 03 de Abril. Serão recebidas por uma equipa que lhes atribuirá um número para serem apreciadas pelo Júri às 15h00. O júri efetuará provas cegas desconhecendo a identidade dos concorrentes, em sessão aberta ao público.
Cada concorrente poderá levar mais pataniscas que serão oferecidas ao público presente no auditório.
7º – O júri irá pontuar as pataniscas analisando o “Aspeto”, o “Crocante da massa”, o “Sabor e consistência do interior”, a “Ausência de gorduras” e o “Sabor global”. Para cada atributo haverá uma escala de 0 a 10.
8º – Os três melhores classificados do concurso têm acesso automático à final do ano seguinte. Em caso de desistência será convidado o estabelecimento com pontuação imediatamente inferior.
9º – Em caso de empate competirá ao presidente do júri estabelecer critérios de desempate.
10º – O júri apenas evidenciará os três melhores classificados, podendo atribuir apenas uma menção honrosa.
11º – O júri é soberano e não haverá direito a recurso das suas decisões.
12º – A organização entregará a todos os concorrentes finalistas um Diploma de Participação, e Troféus para o 1º, 2º e 3º classificado.
13º – A organização reserva-se o direito de não aceitar a participação de concorrentes que, pela obtenção de prémio, façam comunicações públicas com mensagens distorcidas ou pouco claras sobre a obtenção do prémio.